sexta-feira, 21 de novembro de 2014


Iggy Azalea: Conheça a rapper Australiana que tomou os EUA
Iggy Azalea (Foto: Divulgação)
Com apenas 24 anos, Iggy Azalea conseguiu um feito raro na indústria musical: Ser uma artista estrangeira em destaque nos Estados Unidos e, de quebra, ser mais adorada que muitos popstars locais. E mais: foi aceita na comunidade do rap, que, em geral, é comandada por homens e negros.
A australiana, que tem Amethyst Amelia Kelly como nome de batismo, já começou a carreira em torno de muitas polêmicas. Aos 16 anos, ela viajou para os EUA depois de trabalhar como camareira em hotéis da Austrália acompanhada de uma amiga. E – detalhe – ela disse aos seus pais que viajaria apenas “de férias”, mas decidiu ficar pelo hemisfério norte.
The New Classic“Eu fiquei embasbacada pela América porque me sentia uma estranha no meu próprio país. Me apaixonei por hip hop e acreditei que o mais próxima que eu ficasse da música, mais feliz estaria. E eu estava certa”, afirmou em entrevista aWowza Magazine. “Minha mãe ficava chorando e pedia para eu tomar cuidado. Eu só conseguia pensar: “Vou ser eu mesma. Sou louca para caral**”, acrescentou.

O nome artístico foi uma combinação do nome de seu cachorro de infância com o nome da rua que cresceu, na Austrália, a Azalea Street. Para ganhar mais reconhecimento, em 2011, ela começou a divulgar vídeos em que aparece fazendo o rap Freestyle. A sua carreira, no entanto, só turbinou oficialmente quando estreou a canção Pu$$y, para, sem seguida, lançar o seu primeiro projeto, uma mixtape (grátis) intitulada Ignorant Art.

Capa de 'Reclassified', que será lançado em novembro (Foto: Divulgação)
Ainda sem respaldo de uma gravadora, Iggy chamou atenção da Interscope, mesmo selo de Lady Gaga e Will.I.Am, mas depois de problemas de direção musical, fechou com a Def Jam, em 2012. O primeiro álbum, o The New Classic, foi lançado apenas dois anos depois, em abril de 2014, só depois que o quarto single,Fancy, com participação de Charli XCX, bombou nas rádios internacionais e atingiu o primeiro lugar da Billboard, que mensura o sucesso das canções nas rádios e na web, nos EUA. Já o disco alcançou o terceiro lugar na mesma lista. Tamanho êxito fez com que a australiana começasse a trabalhar em um relançamento para oThe New Classic, que foi intitulado Reclassified e deve estrear em novembro ainda deste ano.
Polêmicas
Não são apenas hits que a australiana coleciona. Iggy já criou algumas polêmicas em sua jovem vida. A loira entrou em uma briga virtual que parecia não ter fim com o rapper Snoop Dogg. Nas redes sociais, o americano decidiu “zoar” – e muito – a artista. Não se sabe de onde a birra veio, mas ela respondeu todas as críticas.

Entre palavrões como "vadia", ele ainda comparou Iggy aos personagens do filmeAs Branquelas. "Então vamos todos ignorar o fato de que Iggy se parece com com o Marlon, de As Branquelas (White Chicks)".“Por que você postaria uma mensagem tão maldosa sendo que você manda seus guarda-costas me pedirem fotos quando estamos juntos nos shows? Meu segurança parou o caminhão dos Bombeiros que salvaram seus amigos em um incêndio no Canadá. Sempre que falei com você, você sempre foi legal. Estou surpresa por você ser um idiota sem motivo algum", escreveu Iggy, no Twitter.
Barraqueira, ela deu um show - de vergonha alheia - durante uma apresentação com Jennifer Lopez, com quem colaborou na faixa Booty. No B96 Pepsi Summer Bash, em junho, seu microfone deu problema. O que ela fez? Ficou parada no palco enquanto J-Lo continuava sua performance, confusa. Sem papas na língua, Iggy contou em seu Twittter que o microfone na verdade estava desligado. “Era para eu cantar Acting Like That com a J-Lo hoje, mas algum idiota me entregou um microfone que não foi nem ligado”, reclamou.
Iggy durante o EMA 2013 (Foto: Getty Images)
Iggy também é bastante ousada. Ela, inclusive, dá mais falatório por seus atos do que por suas letras, geralmente ácidas. Durante o Europe Music Awards, de 2013, por exemplo, ela usou um vestido bem minimalista e foi o assunto da noite pela falta de roupas íntimas.
Sextape
Para fechar com chave de ouro, Azalea tinha que ter uma sextape, certo? Pois é. Recentemente, uma ameaça de publicação de um vídeo em que a rapper aparece com o ex-namorado Hefe Wine em cenas tórridas e íntimas surgiu no TMZWine, inclusive, confirmou a existência do vídeo e ainda contou que Iggy teria autorizado a publicação.


Em entrevista ao site, ela revelou que, em 2009, Iggy assinou um contrato dando a ele direitos exclusivos de distribuição e manufaturamento de qualquer material que "incorpore imagens visuais". No entanto, até agora, a sextape não viu a luz do dia.