segunda-feira, 19 de janeiro de 2015


Cristiano Ronaldo (Foto: Walter Bieri/AP)
Jogador português foi eleito o 
Melhor do mundo pela terceira vez
Cristiano Ronaldo é tri. Pela terceira vez, o jogador do Real Madrid e da Seleção de Portugal conquistou o prêmio Bola de Ouro da Fifa de melhor jogador do mundo em 2014. É a segunda vez consecutiva que CR7 conquista o prêmio. Ele disputou o prêmio com o argentino Lionel Messi e o alemão Manuel Neur. 
"Nunca pensei em ganhar três vezes esta bolinha", disse o jogador, após ser anunciado o melhor do mundo. "Espero não parar por aqui. Quero alcançar o Messi”.
O prêmio de melhor do mundo coroa uma temporada espetacular de Cristiano Ronaldo, no topo do futebol mundial desde o ano passado, quanto também foi escolhido o melhor do mundo.  Em 2014, o atacante conquistou quatro títulos, entre eles o que faltava em sua carreira, a Liga dos Campeões da Europa. E foi uma temporada de gols. Ele se tornou o maior artilheiro da Liga dos Campeões, com 17 gols. Passou a ser o maior artilheiro da seleção portuguesa, e fez 61 gols em 60 jogos que disputou.
O único viés negativo na temporada foi sua atuação na Copa do Mundo. Cristiano Ronaldo estava se recuperando de uma contusão, e não conseguiu fazer a Seleção de Portugal avançar. Os portugueses acabaram eliminados na primeira fase da Copa. Mas isso não impediu o craque do Real Madrid de brilhar no futebol europeu para conquistar seu segundo prêmio consecutivo.
Com a vitória, Cristiano Ronaldo empata com o brasileiro Ronaldo, e ultrapassa Ronaldinho Gaúcho, que venceu a Bola de Ouro duas vezes. Mas seu principal rival, o argentino Lionel Messi, ainda está na frente, com quatro títulos de melhor do mundo. Será que Cristiano ultrapassa Messi ano que vem?
O gol mais bonito do ano
Neymar nem esteve presente no evento deste ano. Mas em 2011, quando ainda jogava pelo Santos, o craque do Barcelona faturou o Prêmio Ferenc Puskás, para o gol mais bonito da temporada. Uma arrancada  e um drible desconcertante no zagueiro flamenguista deram o título ao prodígio.
Em 2015, o colombiano James Rodríguez não precisou correr tanto para levar o prêmio. A pintura do camisa 10 aconteceu durante o maior torneio do futebol mundial, no mais emblemático palco do esporte. O Maracanã lotado para as oitavas de final entre Colômbia e Uruguai presenciou o gol do ano quando, aos 27 do primeiro tempo, James dominou no peito a bola, ajeitando para sua perna boa, a canhota, e soltou a bomba. O gol ajudou a colocar a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo, quando enfrentou e acabou derrotado pelo Brasil.
 

O colombiano James Rodriguez, vencedor do prêmio Puskás de melhor gol de 2014 (Foto: Walter Bieri/AP)

Confira os principais prêmios da Bola de Ouro
Seleção da Fifa: Neur (Bayern de Munique); Sergio Ramos (Real Madrid), David Luiz (PSG), Thiago Silva (PSG) e Philipp Lahm (Bayern de Munique). Iniesta (Barcelona), Kroos (Real Madrid) e Di Maria (Manchester United). Robeen (Bayern de Munique), Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).
Melhor técnico (futebol masculino): Joachim Löw, da Alemanha
Melhor técnico (futebol feminino): Ralf Kellerman, do Wolfsburg
Prêmio Fair Play: voluntários da Copa
Prêmio Puskás de melhor gol: James Rodríguez
Melhor jogadora: Nadine Kessler, da Alemanha