segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Por trás das câmeras: histórias das celebs que só os jornalistas sabem
Tem cecê. Julia Roberts é, de longe, a atriz mais arrogante do star system. EDrew Barrymore não se incomoda em contar detalhes de como perdeu sua virgindade.  quem não tem curiosidaed de saber com nossos astros são de fato, ne? Conversamos com os jornalistas brasileiros que vira e mexe os entrevistam. Aqui eles mostram Hollywood como ela é.
 
Julia Roberts, a grosseira:

Juliaroberts (Foto: Getty Images)


Adorável nas telas, monstro nas entrevistas. Julia Roberts caçoa dos sotaques dos jornalistas estrangeiros e ri de perguntas que considera bobas. Paoula Abou-Jaoude já foi vítima. “Levei um CD de MPB e disse que esperava que ela visitasse o Brasil. E ela: ‘Só porque você me deu um CD eu tenho de visitar o seu país?’. Fiquei com muita vergonha.” Milly Lacombe faz coro: “Certa vez ela foi tão grossa comigo que Brad Pitt, educadíssimo, teve de ajudar a contornar a situação”.
 

Tom Cruise, o fanático:

Tomvruise (Foto: Getty Images)


Muito simpático, muito carismático e muito fanático (ênfase nos “muito”). “O pré-requisito para entrevistá-lo certa vez era chegar um dia antes para participar de um encontro. Tive de assinar contrato sem saber o que era. Uma limusine foi me pegar no 
hotel. Não acreditei quando cheguei a uma igreja de cientologia, religião da qual ele é adepto. A própria irmã de Tom conduziu o tour de cinco horas. Tentaram me converter de todo jeito”, conta uma até hoje horrorizada Tânia Menai.
 

Drew Barrymore, a linguaruda:

Drewbarrymore (Foto: Getty Images)


Faz jus à fama de 
gente boa, descolada, tipo “sou da galera”. “É esperta, fala rápido. Entrevista com ela sempre rende”, resume Renata Boldrini. “Mas o melhor é que Drew não se esquiva de assuntos de que os famosos não gostam de falar, como drogas, namoros e sexo. Ela já me disse, na lata, que perdeu a virgindade num carro, assim como sua personagem no filme Os Garotos da Minha Vida (2000)”, lembra Elaine Guerini.
 

Hugh Grant, o sujinho:

Hughgrant (Foto: Getty Images)

Essa é de doer, portanto respirem fundo. Quer dizer, não se estiverem ao lado do ator inglês, que apareceu numa coletiva com um cecê daqueles. O futum era tão terrível que só lhe restou admitir. “Ele se cheirou e pediu um help para o assessor, que apareceu com um desodorante”, lembra Milly Lacombe.
 
Matt Damon, o sabichão:

mattdamon (Foto: Getty Images)

Não basta ser gato, bom ator e ganhar um Oscar de melhor roteirista. Matt Damon ainda é inteligente e articulado (ah, sim, faltou dizer que ele estudou em Harvard). Dá entrevistas num tom sério, mas sem pedantismo ou antipatia. “A opinião pública o respeita muito. Algumas declarações de Matt certamente convenceram eleitores a votar no Obama”, diz Giuliana Morrone, da TV Globo. “A conversa com ele nunca fica só no feijão com arroz.”
 
Robert Pattinson, O amigo dos pets:

robertpattinson (Foto: Getty Images)


Desde que adotou o simpático vira-lata Bear (um gesto, aliás, que Glamour ), o astro da saga Crepúsculo carrega o bichinho para tudo que é canto, além de nunca perder a chance de alardear o quão fofo o cãozinho é.“Foi encantador quando o vi, num hotel em Los Angeles, carregando a caminha suja do cachorro. Adorei a simplicidade!”, suspira Paoula.
 

Meryl Streep, a cozinheira:

merylstreep (Foto: Getty Images)


A maior atriz de Hollywood trata as 
pessoas com a finesse de uma dama (sem ser de ferro, ok?), e não com a frieza de uma diaba que veste Prada – alô, Julia Roberts! Atenciosa e paciente, Meryl a-do-ra falar decomida. “Ela me ensinou a receita de costela que aprendeu com a avó”, diz Elaine Guerini. “E me confessou que, embora viva brigando com a balança, não consegue sair de perto do fogão, pois ama cozinhar!”
 

Cameron Diaz, a boba alegre:

camerondiaz (Foto: Getty Images)


Com ela não tem tempo ruim (nem muito conteúdo, diga-se). “Cameron vive gargalhando, mesmo quando um comentário não tem a menor graça”, diz a sincera Renata Boldrini. Eu, hein!
 

Dustin Hoffman, o brasilian lover:

dusthoffman (Foto: Getty Images)

Assistir de camarote a um ator do quilate de Dustin jogar capoeira a dois palmos de você é uma experiência, não? Aconteceu com Elaine Guerini. “Foi hilário. Ele, que ama o Brasil, contou que tinha aprendido a prática com um professor brasileiro, por causa do filme Entrando Numa Fria Maior Ainda (2005). Levantou e começou a gingar para provar que sabia. Depois saiu gritando ‘Advil! Advil!’, pedindo pelo remédio para dor. Muito querido, ele.”
 
Will Smith, o piadista:

willsmith (Foto: Getty Images)

Basta olhar para a cara do ator para sacar: ele tira qualquer um do sério. “Brinca, dança, faz graça... sem a menor inibição”, diz Renata Boldrini. Zeca Camargo concorda: “Por 40minutos, conversamos como se fôssemos velhos amigos, e ele sempre contando piadas”. É fantástico...