terça-feira, 14 de abril de 2015


Essa mãe foi aconselhada pelos médicos a realizar um Aborto – mas recebeu um incrível sinal de seu bebê!
Fay Murrish estava aproveitando uma gravidez planejada, quando um exame de rotina, já na 20ª semana de gestação, revelou um sério problema no coração de seu bebê, a pequena Chanel. O conselho apresentado pelos médicos foi oaborto, por se tratar de uma condição muito séria, de difícil solução e que diminuía muito as chances de sobrevivência da menina.

O casal Michael e Fay estava relutante quanto à ideia do aborto, mas ainda pensativos. Porém, um fato foi determinante para decidirem pelo não.

A tão esperada filha do casal parecia querer enviar um sinal aos pais. Chanel começou a se mexer além do normal e a chutar a barriga de sua mãe. Foi quando realizaram um exame de ultrassonografia, que mostrou algo incrível.




“Eu sabia que ela queria viver porque ela estava mostrando um enorme sinal de positivo. Era como se ela nos dissesse que tudo ficaria bem“, contou Fay.


Untrassonografia - Chanel
Logo depois foi feita uma cesariana e a bebê foi submetida a uma cirurgia de emergência poucos minutos após o parto para que sua vida fosse preservada, tornando-se a inglesa mais jovem a ser submetida a uma cirurgia de coração aberto, já que apenas metade de seu coração batia.
Chanel
A cirurgia foi um sucesso. Chanel sobreviveu e ainda se mantem forte para os demais procedimentos que terá que enfrentar, melhorando a cada dia e sempre contando com a fé e o amor de seus pais.

“Agora estamos vivendo o momento e aproveitando nossa linda bebê“, afirma Fay sobre o futuro.


Chanel-Murrish