domingo, 14 de junho de 2015


Super-humanos e seus
10 feitos heroicos
Super-heróis não são apenas para histórias em quadrinhos e filmes. Existem muitos heróis da vida real, que realizaram proezas sobre-humanas para ajudar pessoas. Esses heróis têm mostrado que façanhas incríveis são possíveis através do poder do espírito humano. Confira:

10. Cego super-humano salva cega de casa pegando fogo

10
Imagine tentar salvar uma pessoa cega de um prédio em chamas, orientando-a passo a passo através do fogo abrasador e da fumaça. Agora imagine que você também é cego, como foi o caso nesta história inspiradora. Jim Sherman, cego desde o nascimento, ouviu os gritos de sua vizinha de 85 anos quando ela ficou presa em sua casa em chamas. Em um feito que só pode ser chamado de heroico, ele fez o caminho até a sua casa a partir de seu trailer, tateando ao longo da cerca. Uma vez que chegou na casa da mulher, de alguma forma conseguiu localizá-la, e Annie Smith, que também era legalmente cega, foi retirada do incêndio em segurança.

9. Paraquedistas salvam as vidas de suas alunas

9
Muitas pessoas não sobrevivem a uma queda de milhares de metros no ar. Incrivelmente, duas mulheres conseguiram isso devido aos atos altruístas de dois homens. O primeiro homem deu sua vida para salvar uma pessoa que tinha acabado de conhecer. O instrutor de paraquedismo Robert Cook e sua aluna, Kimberley Dear, estavam indo para o céu para seu primeiro salto quando o motor do avião falhou. Em um incrível ato de bravura, Cook disse para Dear sentar no seu colo, amarrando-a a ele. Conforme o avião caiu no chão, o corpo de Cook absorveu o impacto, matando-o, mas protegendo Kimberley do que deveria ter sido um acidente fatal para ela. Outro instrutor de paraquedismo, Dave Hartsock, também amorteceu sua aluna de um impacto. Era o primeiro salto de Shirley Dygert, junto com Hartsock. O paraquedas falhou e, em queda livre aterrorizante, ele foi capaz de posicionar-se abaixo dela antes de ambos baterem no chão. Embora Dave Hartstock tenha quebrado a coluna e ficado paralisado do pescoço para baixo, ambos sobreviveram à queda.

8. O homem super-humano que carregou quatro soldados feridos para segurança

8
Embora fosse um mero mortal, Joe Rollino passou 104 anos de sua longa vida realizando incríveis atos sobre-humanos. Embora só pesasse cerca de 68 kg, no seu auge, ele podia levantar 288 kg com os dedos e 1.450 kg com as costas, conquistando vários títulos e elogios. No entanto, não foi sua habilidade em competições de força que fez dele um herói aos olhos de muitas pessoas. Na Segunda Guerra Mundial, Rollino serviu no Pacífico e ganhou medalhas por sua bravura no cumprimento do dever, além de três Corações Púrpuras por seus ferimentos de guerra, que o deixaram no hospital por um total somado de 24 meses. Ele é mais lembrado por carregar seus companheiros feridos do campo de batalha para a segurança, dois em cada braço, em seguida voltando para a linha de fogo para transportar mais dois.

7. Pais super-humanos que lutaram contra jacarés por seus filhos

7
Amor paterno pode inspirar feitos sobre-humanos, como dois pais diferentes já provaram. Na Flórida, nos EUA, Joesph Welch resgatou seu filho de seis anos de idade quando um jacaré mordeu o braço do menino. Welch repetidamente socou o animal, tentando afastá-lo. Uma pessoa viu o que estava acontecendo e ajudou Welch, chutando o jacaré no estômago até que o animal finalmente soltou o garoto. Em Mutoko, Zimbábue, outro pai salvou o filho de um ataque de crocodilo em um rio. Tafadzwa Kacher começou a cutucar os olhos e boca do bicho até que seu filho foi libertado. Com o garoto fora do caminho, o crocodilo virou suas atenções para o pai. Tafadzwa atacou novamente os olhos do animal para libertar sua mão. O menino acabou perdendo a perna, mas sobreviveu ao ataque.

6. Mulheres levantam carros para salvar parentes

6
Os homens não são os únicos que podem mostrar força sobre-humana em uma crise. Em Virgínia, nos EUA, uma mulher de 22 anos salvou a vida de seu pai quando a BMW em que ele estava trabalhando caiu sobre seu peito, esmagando-o. Sem tempo para esperar por ajuda, a jovem levantou o carro e puxou seu pai, realizando ressuscitação cardiopulmonar em seguida para mantê-lo vivo. Na Geórgia, também nos EUA, um macaco escorregou e um Chevy Impala de 1.350 kg caiu sobre um jovem. Sem qualquer assistência, sua mãe, Angela Cavallo, segurou o carro por cinco minutos até que os vizinhos conseguissem puxar seu filho para segurança.

5. A mulher que parou um ônibus escolar

5
Nem todos os poderes sobre-humanos são feitos de força e coragem; alguns são realizados com a capacidade de agir e pensar rápido em uma situação de emergência. No Novo México, EUA, um ônibus escolar com crianças a bordo se tornou um veículo perigoso quando o motorista teve uma convulsão. Uma menina percebeu que o motorista estava com problemas e chamou a sua mãe para ajudar. A mulher, Rhonda Carlsen, entrou em ação imediatamente. Ela correu ao lado do ônibus e, por meio de gestos, foi capaz de convencer uma das crianças a abrir a porta. Assim que a porta estava aberta, Carlsen pulou no ônibus, agarrou o volante, e trouxe todos a bordo com segurança a uma parada. Seus reflexos rápidos impediram acidentes e salvaram as crianças, para não mencionar quaisquer transeuntes que poderiam ter sido atingidos.

4. Jovem super-humano salva caminhoneiro preso em penhasco

4
Um caminhão (semirreboque) ficou pendurado sobre a borda de um penhasco, na calada da noite, balançando perigosamente, com o motorista preso dentro. Um jovem veio para o resgate, quebrando a janela e puxando o motorista com as próprias mãos. Isso aconteceu na Nova Zelândia, em 5 de outubro de 2008. O herói, Peter Hanne, 18 anos, estava em sua casa quando ouviu o estrondo. Sem pensar em sua própria segurança, subiu no veículo cambaleando, quebrou a janela traseira da cabine e cuidadosamente ajudou o motorista ferido conforme o caminhão rangia. Em 2011, Hanne foi condecorado com a Medalha de Bravura da Nova Zelândia por seu ato.

3. Soldado volta para batalha mesmo triplamente ferido

3
A guerra é cheia de heróis, com muitas pessoas arriscando suas vidas para salvar seus companheiros. No filme “Forrest Gump”, vimos como o personagem fictício salvou vários de seus irmãos militares, mesmo depois de ter sido baleado. Na vida real, há histórias até mais espetaculares, como a de Robert Ingram, que recebeu a Medalha de Honra dos EUA. Em 1966, sob cerco inimigo, Ingram continuou a lutar e salvar seus camaradas depois de ter sido baleado três vezes, uma vez na cabeça, onde a bala o deixou parcialmente cego e surdo de um ouvido, uma vez em sua mão, e uma vez em seu joelho esquerdo. Apesar de seus ferimentos, Ingram continuou matando soldados norte-vietnamitas que estavam atacando sua tropa. Sua coragem é apenas um exemplo entre muitos soldados que protegeram seus países em tempos de guerra.

2. Homem salva 20 de afogamento

2

Shavarsh Karapetyan salvou 20 pessoas de um afogamento em um acidente de ônibus em 1976. O nadador armênio estava terminando um treino com seu irmão quando testemunhou um ônibus com 92 passageiros cair da estrada para um reservatório, a 24 metros da costa. Karapetyan mergulhou na água, chutou a janela do ônibus e começou a puxar dezenas de passageiros para fora do veículo, que já tinha afundado 10 metros na água gelada. Estima-se que levou cerca de 30 segundos para ele salvar cada pessoa, o que lhe permitia levá-la em segurança antes de perder a consciência na água escura e fria. De todas as pessoas que ele puxou para fora do ônibus nesse curto espaço de tempo, 20 delas sobreviveram.
E Karapetyan fez mais de um ato heroico. Oito anos depois, ele se deparou com um prédio em chamas e salvou várias pessoas, sofrendo inclusive queimaduras graves no processo. Karapetyan recebeu um Emblema de Honra da antiga URSS e muitos outros prêmios por seus resgates incríveis.

1. Homem salva piloto de peso esmagador de helicóptero


Um programa de TV tornou-se um drama da vida real quando um helicóptero da popular série “Magnum PI” caiu em uma vala em 1988. Conforme vinha para uma aterragem suave, o helicóptero ficou fora de controle e caiu no chão. Um dos pilotos do show, Steve Kux, ficou preso sob o veículo na água rasa. Em um momento heroico, Warren “Tiny” Everal correu e levantou o helicóptero de Kux – um Hughes 500D que pesava pelo menos 703 kg, quando vazio. A reação rápida e força sobre-humana de Tiny salvou Kux do peso esmagador. Embora o braço esquerdo do piloto tenha ficado ferido permanentemente, ele se recuperou do que poderia ter sido um acidente fatal graças a um herói havaiano local.