domingo, 27 de setembro de 2015

MALDIÇÕES ENVOLVENDO O MUNDO DA MÚSICA
Não deveria ser surpresa que existe um monte de lendas sobre maldições, superstições e coincidências assustadoras entrelaçadas na indústria da
música. O estrelato fez com que essas celebridades fossem alvo de diversas teorias além terem suas vidas como alvo constante de fofocas.
A maioria dessas “maldições” podem ser consideradas apenas coincidências assustadoras que parecem acabar ocorrendo uma ou outra.

Clube dos 27

160
Dizem que é uma maldição que assombra o mundo da música desde a década de 60. O primeiro a ser pego por ela foi Brian Jones, guitarrista do The Rolling Stones. De lá para cá figuras como Jimmy Hendrix, Kurt Cobain e Amy Winehouse também morreram aos 27 anos. É um dos boatos mais famosos do mundo da música.

Maldição do isqueiro branco

220
Um mito comum diz que quem anda ou possui isqueiros brancos atrai má sorte. Mas o que isso tem a ver com música? Kurt Cobain, Jimi Hendrix, Janis Joplin e Jim Morrison foram encontrados mortos e com um isqueiro branco.

O dia que a música morreu

319
3 de fevereiro de 1959 é amplamente divulgado como o “Dia em que a música morreu”. O motivo? Os ícones da música da década de 50 Buddy Holly, Ritchie Valens e J. “The Big Bopper” Richardson morreram em um terrível acidente de avião. Foi o fim da era de ouro do rock and roll.

John Lennon e o número 9

427
O número 9 e John Lennon tem uma relação muito forte. Ele nasceu em 9 de outubro de 1940 em Liverpool. Os Beatles foram descobertos em 9 de novembro de 1961. A banda tocou no Ed Sullivan Show em 9 de fevereiro de 1964. Lennon conheceu Yoko Ono em 9 de novembro de 1966.

Avril Lavigne

517
Alguns teóricos da conspiração especulam que a cantora Avril Lavigne morreu e foi substituída no início de sua carreira. Ela foi descoberta em 2001. A creepypasta sugere que a cantora se matou e ela foi rapidamente substituída para que sua imagem continuasse a ser explorada.