segunda-feira, 21 de setembro de 2015

O Dia da Árvore é comemorado em 21 de setembro e tem como objetivo principal a conscientização a respeito desse importante recurso natural.
Dia da Árvore
Dia Mundial da Árvore também chamado de Dia da Floresta surgiu da necessidade de conscientizar a população mundial da importância das árvores na natureza, bem como do meio ambiente em geral. Com efeito, o surgimento dessa data comemorativa tem como intuito central defender as florestas contrapropostas de políticas ambientais questionáveis.
A partir disso, o Dia Mundial da Árvore é comemorado no dia 21 de setembro no hemisfério sul, marcado pela entrada da primavera; A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul. Enquanto, no hemisfério norte é celebrado dia 21 de março, início da estação primaveril. Por isso, nesse dia, em muitos lugares do mundo ocorrem ações como: o plantio de árvores, programas de sensibilização e conscientização da população e, ademais, atividades ligadas ao meio ambiente.
História do Dia da Árvore
Essa data comemorativa surgiu em finais do século XIX, mais precisamente no dia 10 de abril de 1872, na medida em que Julius Sterling Morton (1832-1902), político e jornalista estadunidense, decide plantar uma grande quantidade de árvores no estado do Nebraska nos Estados Unidos. O “DayArbor”, como ficou conhecido, foi um marco ecológico da conscientização e preservação das espécies arbóreas que vinham, desde aquela época, sofrendo com o desmatamento, a extinção, o aumento do efeito estufa no mundo e a destruição da biodiversidade.
No Brasil, o decreto número 55.795, de 24 de fevereiro de 1965 estabelece que o Dia da Árvore deverá ser substituído pela Festa Anual das Árvores uma vez que o Brasil, país com dimensões continentais, possui diferentes características climáticas o que dificulta, por exemplo, o plantio de árvores no mês de março em estados do norte e nordeste, época marcada pela seca nessas regiões. As diversas espécies arbóreas existentes são fundamentais para a vida na Terra porque aumentam a umidade do ar graças à evapotranspiração, evitam erosões, produzem oxigênio no processo de fotossíntese, reduzem a temperatura e fornecem sombra e abrigo para algumas espécies animais. Em virtude da grande quantidade de utilizações e da expansão urbana, as árvores são constantemente exterminadas, o que resulta em grandes áreas desmatadas. O desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população, que passa a enfrentar erosões, assoreamento de rios, redução do regime de chuvas e da umidade relativa do ar, desertificação e perda de biodiversidade.

Sendo assim, o dia 21 de setembro deve ser visto como um dia de reflexão sobre nossas atitudes em relação a essa importante riqueza natural. Esse dia é muito mais do que o ato simbólico de plantar uma árvore e deve ser encarado como um momento de mudança de postura e conscientização de que nossos atos afetam as gerações futuras. É importante também haver conscientização a respeito da importância da conservação, bem como da necessidade de criação de políticas públicas que combatam a exploração ilegal de árvores.