sábado, 19 de novembro de 2016

Conheça os casos de sereias flagradas pelas câmeras

As sereias têm sido um tema que vem criado fascínio ao longo da história. Todas as culturas do mundo, sem ter tido contato entre si, possuem sereias em suas lendas e mitologia, sendo todas muito semelhantes em suas descrições. Através destas histórias e de filmes modernos todos fazem alguma idéia de como as sereias são, mas poucas pessoas foram capazes de fornecer provas concretas para justificar a sua existência. Céticos dizem que essas criaturas são apenas lendas e frutos da imaginação e se recusam a acreditar no que muitos afirmam.
Para aqueles que estão intrigados com isso, que acreditem ou não na existência de sereias, nós preparamos um artigo no qual mostraremos vários testemunhos e avistamentos de sereias ao longo da história. Dê uma olhada e tire suas próprias conclusões.
A primeira história de avistamento que iremos contar ocorreu na Espanha, em Junho de 1737. Esta informação apareceu em um jornal, o Daily Kennebec Journal of Augusta, Maine, em 24 de junho de 1873:
"No ano de 1737, uma história chegou de Virgo, na Espanha, dizendo que um pescador que estava naquela costa tinha apanhado uma estranha criatura de cinco pés. Sua cabeça era como a de uma cabra com uma longa barba e bigode, com pele negra..."
"Ela também possuía um pescoço peludo longo, braços curtos, com mãos muito grandes proporcionalmente, cheias de nervuras que se projetavam. Os dedos dos pés estavam ligados como os de um pato".
Outro encontro ainda mais antigo é o de um explorador e descobridor, que deu seu nome ao rio Hudson. Em junho de 1608, ele afirmou ter avistado uma verdadeira sereia perto da Rússia. Ele escreveu em seu diário: "Dois membros da tripulação, Thomas Hilles e Robert Rayner, avistaram a sereia do barco e gritaram chamando o resto da tripulação". Hudson também escreveu que a criatura avistada possuía uma cauda como a de um golfinho.
Mas não vá ainda, pois ainda temos mais alguns casos de pessoas que foram impactadas com o que viram, os quais possivelmente são verdadeiros…
O seguinte relato é datado de janeiro de 1493, e faz parte das viagens de Cristóvão Colombo, que afirmou ter visto inúmeras sereias enquanto navegava. "Elas não eram tão belas como nas pinturas, mas foi impressionante ver seu rosto humano...". Não sabemos o que viu Colombo, nem se o que ele avistou seriam sereias autênticas, mas coincide com as descrições típicas da lenda. O próximo evento aconteceu na África do Sul em 1991, no mês de agosto, quando encontraram partes do que parecia uma figura humanóide desconhecida.
Estas partes foram encontradas dentro de um tubarão branco que morreu na praia. Os achados foram examinados cuidadosamente e, em seguida, se supôs que possuía tronco e crânio humanóides.
Dentro do tubarão encontraram uma farpa de uma arraia, a qual poderia ter sido usada pela sereia para se defender, assim como dizem as lendas. O último dos casos que apresentaremos hoje ocorreu em 1967, em British Columbia, Canadá. O avistamento ocorreu quando os turistas que estavam em uma balsa viram uma mulher com a cauda de um golfinho nadando nas proximidades. Foi descrita como uma mulher bonita, com o cabelo louro, a qual foi vista comendo um salmão.
Foi relatado nos jornais das colônias inglesas, mas não foi prestada muita atenção. Isso nos leva ao fim dos testemunhos e histórias de avistamentos. Este artigo tem como objetivo lançar alguma luz sobre o caso das sereias, e acima de tudo para a imaginação dos mais curiosos. Se você gostou do artigo, curta e compartilhe com todos o seus amigos e familiares.